Diálogos sem treta #01

02/05/2019 — Leia em 1 min — em Diálogos, Consciência

...então, o que é "consciência"?


Consciência e subconsciência são apenas ferramentas, como um hard drive (HD). É tudo que captamos, absorvemos ou de certa forma assimilamos. Como usamos ou incorporamos essas informações é o que dita nosso estilo, personalidade ou até mesmo o caráter.

O que chamo de eu mutante.

O mais interessante é o código de programação que usamos e as regras que criamos para nós mesmos ou copiamos dos outros (sejam esses indivíduos saudáveis ou contaminados por algum vírus)

O que é o certo? O que é o errado?


machineman

Penso que o eu manifestado (assim como tudo que é temporal, logo material) é uma constante imperativa de mudança, pois sem a virtude da fidelidade (conceito atemporal, experimentado e produzido pelas idéias), deixa de ser o que é a todo instante. Esta união da matéria (eu físico) com a mente (eu metafísico), a mim sugere a existência de uma ponte entre esses dois mundos, que é observada por um eu atento ou não. Talvez mais desatento quando deixa de perceber o que é, ficando entretido num mundo de sensações deslumbrantes e preocupações a respeito do que foi ou poderia ter sido, vivendo na esperança de um tempo futuro, aquele em que sonha ser algo que não é.

Quanto a consciência, nesse sentido a entendo mais como um firewall do que um HD, pois de fato é o que consegue conectar e elucidar a junção desses "mundos" conflitantes, filtrando algumas ações de forma consciente, tentando evitar conexões subconscientes conduzidas por tais programações que você comentou. De modo que o certo ou errado, fica a critério do quão atualizado, lúcido e justo serão os outputs de tai programações e regras, analisadas pela compreensão do contexto total e não em definições arrojadas e/ou concretas.